PÁDUA, JOSÉ (1934-2016)

Nome Completo: José Carlos Pádua

Dados biográficos: Nasceu na cidade da Beira em Moçambique, em 1934.
“…bem cedo começou a transportar para os cadernos escolares aquilo que via e o marcava…
Autodidacta, foi descobrindo os grandes mestres da pintura, estudando-os, experimentando e assim foi enriquecendo a sua capacidade de expressão. (…). O castigo de, sem descanso, desenhar e pintar praticamente todos os dias ... tudo o que seduzia os seus olhos .... A graça de umas mãos que sabiam transpor para o espaço vazio aquilo que tocava a sua sensibilidade e era predominantemente o homem comum e sua vivência...” Fernando Couto, sobre Pádua, in, Círculo artístico Artur Bual. Em 66, o jornal “A Tribuna”, elegeu-o o artista do ano, pelo conjunto da sua obra.
Entre 74 e 78, trabalhou, com a galeria R.Rennie, Harare, no Zimbabwe.
Em 1977, vem para Portugal.
De 1979 a 81, foi bolseiro da Gulbenkian, (curso de litografia e gravura em metal).
Em 80 e 81 a Câmara de Lisboa, distingue-o com dois prémios, em exposições colectivas sobre a cidade.
Em 96 e 98, fez exposições individuais de pintura, em Moçambique.
A sua obra pública, está espalhada por Maputo, Beira e África do Sul.
“… Como se houvesse um desenho inicial, uma tela cheia de formas e traços e ele, ao lugar de pintar, raspasse, em vez de acrescentar, apagasse, ao invés de rendilhar, simplificasse. Até a forma ficar assim, leve e fugaz, e pedisse ao papel não o suporte de fixação mas um movimento, um impulso de asa.” Mia Couto, sobre Pádua.
Além do desenho, aguarela e óleos, pratica a gravura, ilustração, escultura, azulejaria e murais.

Código QR do URL: http://vart.pt/padua-jose/

http://vart.pt/padua-jose/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.