MELLO, THOMÁS DE (TOM) (1906-1990)

Nome Completo: Thomás José de Mello

Dados biográficos: Nasceu no Rio de Janeiro em 1906. Chegou a Lisboa em 26, integrando-se no movimento modernista.
Até 1930, fez publicações que incluíram caricaturas assinadas por Tom, de que se destacam A Voz e O Papagaio, jornal infantil.
Em 34, dirige a 1ª galeria de arte moderna de Lisboa, a UP, fundada em 32.
Pintor/ decorador/ publicitário/ ilustrador, fez parte dos artistas do Secretariado de Propaganda Nacional, colaborando nas grandes exposições internacionais.
Recebeu o prémio Francisco de Holanda do S.N.I. (45) e o prémio destinado ao melhor artista estrangeiro no Salão de Lisboa (47).
“No processo de criação do Museu de Arte Popular, o projecto contou, (…), com a colaboração de uma extensa equipa de decoradores-pintores … C. Botelho, E. Anahory, E. Faria, M. Lapa, P. Ferreira e Tomás de Mello (Tom)… o Museu de Arte Popular apresenta um significativo conjunto de composições murais… autênticos ensaios de pintura modernista, (que) retratam o povo tanto na faina do quotidiano como nas festas e romarias de raiz popular.” - IMC.
Com mais de 50 exposições individuais, colaborou ainda, com a Manufactura de Tapeçarias de Portalegre realizando mais de 40 cartões para tapeçarias. ”Usando de formas sintéticas e de traço grosso e espontâneo, quando não num geometrismo sem arestas vivas, representa, com uma nota de melancolia, trechos do velho casario e tipos populares, de preferência, da beira-mar (Nazaré, Póvoa, Figueira) e, bem assim, da charneca alentejana, a que imprime, por vezes, cunho ilustrativo.”F. Pamplona.
Morreu em 90, em Oeiras.

Código QR do URL: http://vart.pt/mello-thomas-de-tom/

http://vart.pt/mello-thomas-de-tom/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.