MARQUES, BERNARDO (1899-1962)

Nome Completo: Bernardo Loureiro Marques

Dados biográficos: Nasceu em Silves em 1899. Desde os anos 20 que trabalha em revistas, como ilustrador e caricacturista.
Em 25, com Pacheko, Almada, E. Viana, realiza novas telas para "A Brasileira", no Chiado.
Em 29, parte para Berlim, onde conhece o Expressionismo alemão e deixa-se influenciar pela obra de Georges Grosz.
Em 30 e 31, participa no Salão dos Independentes, em 32 e 33, no Salão de Inverno e expõe na Galeria UP, em Lisboa.
Em 34, com uma bolsa de artes gráficas parte para Paris. Continua a participar nas várias exposições que se vão realizando em Portugal. Fez parte do grupo de artistas, que António Ferro, considerava para a promoção/propaganda das artes e de Portugal, (feiras, festas de Lisboa, cenários e figurinos para o grupo Verde Gaio, Exposição do Mundo Português, Museu de Arte Popular…)
“Em 49, é nomeado director da I Feira das Indústrias e a partir de 51 executa o projecto de decoração dos paquetes Vera Cruz e Santa Maria.
Em 57 recebe os prémios de “Aguarela” e “Desenho” na I Exposição de Artes Plasticas da Fundação Gulbenkian. A partir de 59 assegura a direcção artística da revista Colóquio, mantida até ao ano da sua morte.” IMC
“…foi uma das figuras maiores do desenho, da caricactura e da ilustração que, com Almada, J. Barradas ou A. Soares, quiseram civilizar Lisboa, propondo-lhe nas capas e páginas das revistas, imagens de uma vida urbana, mais sonhada que real, sobretudo através da figura de mulheres cosmopolitas, provocantes e emancipadas.” R.H.S.,in, Panorama da Arte Portuguesa no séc. XX, ed. de Serralves
Morreu em Lisboa, em 62.

Código QR do URL: http://vart.pt/marques-bernardo/

http://vart.pt/marques-bernardo/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.