MALANGATANA (1936-2011)

Nome Completo: Malangatana Valente Ngwenya

Dados biográficos: Nasceu em Matalana, perto de Lourenço Marques em 1936.
Foi pastor e aprendiz de feiticeiro. A mãe decorava cabaças e afiava os dentes das raparigas, o pai era mineiro na Africa do Sul.
Foi, ainda menino, viver com um tio na capital. Com 11 anos, já “adulto”, deixa de estudar e começa a trabalhar.
Terá sido como apanha bolas, que conhece Augusto Cabral, artista e biólogo, que lhe oferece as primeiras tintas, pincéis e o incentiva, a pintar ”o que tem na cabeça”.
Outro português, também, o arquitecto Miranda Guedes, que o deixa pintar na garagem, compra-lhe, durante os primeiros tempos, dois quadros por mês. Pouco tempo depois, realiza a sua 1ª exposição, que foi um êxito.
Perseguido pela PIDE, chegou a estar preso quase dois anos. Isto, porque os seus trabalhos, falavam da injustiça, desigualdade e opressão.
Nos anos 70, recebe uma bolsa da Gulbenkian e vem para lisboa.
Entre 90 e 94 foi deputado em Maputo. Impulsionou muitos projectos cívicos. Foi co-fundador do Museu Nacional de Arte em Moçambique.
Morreu em Matosinhos, em 2011.

Código QR do URL: http://vart.pt/malangatana/

http://vart.pt/malangatana/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.