ISIDORO, JAIME (1924-2009)

Nome Completo: Jaime Gaspar Isidoro

Dados biográficos: Nasceu no Porto, em 1924. Estudou na Escola Soares dos Reis, no Porto. Realizou a primeira exposição em 1945.
Sempre manteve, paralelamente à pintura, uma larga acção de animador cultural, galerista e professor.
Entre 1954 e 1987 editou a “Revista de Artes Plásticas”; fundou, com António Sampaio, a Academia e Galeria Alvarez; mais tarde, a Galeria Dois, na Boavista.
Promoveu os Encontros Internacionais de Arte e criou em 78, a Bienal Internacional de Arte, de Vila Nova de Cerveira.
O Porto foi o tema principal das suas obras, principalmente nas aguarelas.
“Pintor neo-figurativo, de larga simplificação de formas, que pelos caminhos da elipse, assumiu uma atitude abstractizante.(...) É colorista impressivo e intérprete saboroso de trechos citadinos, em especial de aspectos nevoentos do Porto e do rio Douro.”, Fernando Pamplona, in "Dicionário de Pintores e Escultores Portugueses".
Desde 1945, Jaime Isidoro foi largamente premiado, e recebeu, praticamente, todos os prémios institucionais então atribuídos na sua área.
"A arte não se pode definir, é um mistério, até porque é uma das manifestações mais transcendentes do espírito. É um acto íntimo em que o artista desbrava o desconhecido.", disse, a propósito da exposição de obras, da sua colecção privada, patentes na Casa-Museu Teixeira Lopes, em Gaia em Dezembro de 2006.
"Muitas delas nunca foram vistas antes, porque não as quis expor ou porque não chegaram a ser vendidas.", disse, então, Jaime Isidoro.
Morreu em 2009, no Porto.

Código QR do URL: http://vart.pt/isidoro-jaime/

http://vart.pt/isidoro-jaime/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.