ESCADA, JOSÉ (1939-1980)

Nome Completo: José Jorge da Silva Escada

Dados biográficos: Nasceu em Lisboa, em 1934.Estudou na escola António Arroio e ESBAL.
EM 55, com Lourdes Castro, Bértholo, Gonçalo Duarte e João Vieira, reúnem-se num atelier, por cima do Café Gelo, que iria evoluir mais tarde para o grupo KWY e a que pertenceram também Costa Pinheiro, Jan Voss e Christo Javacheff.
Em 1960,já em Paris desenvolve uma pintura abstracta a que José-Augusto França chamou de “simulação caligráfica”. Com linhas e contornos, cria, em cada tela, composições com dezenas de figuras simétricas, recorrendo também, e cada vez mais, a recortes em papel.
“As suas concepções estéticas derivavam de um grande respeito pelo FAZER,... pelos gestos manuais, numa atitude análoga à de Matisse, recortando papel de lustro.” Rui Mário Gonçalves, in 100 Pintores Portugueses do Séc.XX.
Em 1969 regressa a Portugal. Agora vira-se para os elementos que surgem no comércio, as pratas dos chocolates e outros motivos populares.
Doente com tuberculose, internado, Escada, tem todo o tempo para desenhar. Torna-se figurativo. “ A experiência da morte fez com que me agarrasse mais ao concreto”, terá dito. (Rui Mário Gonçalves, idem)
“… o que perdura em Escada? Talvez um caminho que o leva da abstracção ao figurativo e da transparência à opacidade. (...) sentiu sempre a permanente necessidade de saber mais, ...de descobrir os mistérios da linha, da cor, da luz e da geometria. Numa frase: de querer desvendar os enigmas da arte e da vida.” (CAMB) Em 1979, realiza uma mostra, na galeria S. Mamede, onde, como num balanço, aparece representado o seu mundo.
Morreu em Lisboa, em 1980.

Código QR do URL: http://vart.pt/escada-jose/

http://vart.pt/escada-jose/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.