DUARTE, GONÇALO (1935-1986)

Nome Completo: Gonçalo Hebe Gomes Azedo Duarte

Dados biográficos: Nasceu em Lisboa em 1935. Estuda no Liceu Pedro Nunes e depois na ESBAL.
Faz parte do grupo do Café Gelo, com Lurdes Castro, Bértholo, João Vieira, C. Pinheiro e Escada.
Em 57, bolseiro do governo da Baviera, estuda gravura, em Munique.
Em 61, com bolsa da Gulbenkian, fixa-se em Paris, onde se reencontra com Bértholo, Lurdes Castro e Escada, membros do Grupo KWY, em cuja revista colabora activamente.
“Se a proximidade com Brust, (Karl Ferdinand Brust), o influenciava nas experiências abstractas informalistas, a estada em Munique ligava-o ... a uma vertente expressionista,…, que experimentava em algumas obras, através de uma deformação e torsão das formas, conjugada com a acentuação da cor. Esta via... conflituosa com a surrealista, irá marcar os desenvolvimentos da sua obra figurativa nos anos 1960 e 1970” Fernando Dias, in, Fundação Cupertino de Miranda.
"Um conflito entre abstraccionismo e figuração que ...se confunde com outros conflitos como os que se estabelecem entre surrealismo e expressionismo,(…), enfim, entre o real quotidiano e o real mítico, lendário, histórico e fantástico...” in, Fundação Cupertino de Miranda.
“Gonçalo é sem dúvida um dos elementos chave desse núcleo de artistas independentes que, exteriores às modas e alheios à pressão do sempre duvidoso gosto dominante, marcam fulgurantemente uma época com o signo da sua originalidade.” - Egídio Álvaro, 84.
“Gonçalo Duarte, um de meus pintores favoritos, morreu em Paris, em 1986, na miséria, pintando naufrágios e batalhas perdidas…” José Castelo, in, O Estado de S. Paulo, 24/4/2001.

Código QR do URL: http://vart.pt/duarte-goncalo/

http://vart.pt/duarte-goncalo/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.