BÉRTHOLO, RENÉ (1935-2005)

Nome Completo: René Augusto da Costa Bértholo

Dados biográficos: Nasceu em Alhandra, em 1935. O seu pai, também pintor, encorajou-o na sua vocação.
Frequentou a António Arroio e a ESBAL. Nesta escola, foi co-fundador, da revista "Ver", onde, promoviam o anti-conformismo.
Reconhecendo, como muitos outros, a impossibilidade de viver da pintura no país, emigra.
Em 1957, vive em Munique e em 58, instalou-se em Paris com Lurdes Castro. Aqui, fundaram o grupo “KWY”, com outros expatriados. Publicaram (até 63), uma revista, com o mesmo nome (“Ká Wamos Yndo”, José Augusto França). A irreverência começava na escolha das letras, não admitidas no alfabeto português. Queriam a internacionalização dos jovens. Defendiam a liberdade criativa, a afirmação da diferença estética, o pluralismo, a solidariedade, a inventividade, que devia co-habitar com o humor e o jogo.
Em 59/60, foi bolseiro da Gulbenkian.
René Bértholo, começa, a partir de 60, a explorar uma linguagem neofigurativa, com intenções lúdicas, acumulando imagens do quotidiano, em composições compartimentadas. Também os seus "brinquedos", construções mecânicas, causaram grande sucesso, em Paris.
“As coisas são interessantes, na medida em que possam ajudar a sonhar de olhos abertos”, in, Diário de Notícias, 15/6/2005.
“(...) soube conjugar com eclético humor, diversos meios que em conjunto, mobilizavam os sentidos...do espectador face à obra”, in, Panorama da Arte Portuguesa no Séc.XX”, ed. de Serralves.
Em 81, instalou-se no Algarve.
Morreu em 2005.

Código QR do URL: http://vart.pt/bertholo-rene/

http://vart.pt/bertholo-rene/

Não tem um leitor de código QR?
Faça o download em scan.me.